Sobre o Lions Clube


HISTÓRIA DO LIONS CLUBE SANTO ANDRÉ CENTRO

logo       Em junho de 1957, o CL Nivaldo Navarro, Diretor do Lions Clube Internacional, indicou três Companheiros Leões para criação de um clube de Lions Clube em Santo André: os CCLL Armando Chagas, Ivanhoé Espósito e Nicolino Pucetti, do Lions Clube São Caetano – Centro. Presidia o Lions Clube São Caetano – Centro, o CL Vilebaldo Coelho Maia. Em junho de 1957 ocorria a primeira reunião com os CCLL Antônio Carlos dos Passos, Celso Vidal Lara, Hilton Luz de Castro, Hugo Vespucci e Ivanhoé Espósito. A segunda, na sede do Lions Clube São Caetano Centro.
Dia 26 de outubro de 1957, em Reunião Solene, no Restaurante Balderi, na Rua Senador Fláquer, esquina com Cesário Mota, era fundado oficialmente o Lions Clube Santo André. Na oportunidade, o CL Ivanhoé Espósito discorreu sobre o tema “O Leonismo”. O Lions Clube São Caetano, como clube padrinho, doou ao Lions Centro o sino usado nas assembléias.
A primeira diretoria foi integrada pelos seguintes CCLL fundadores:
Presidente – Hugo Vespucci;
1.º Vice – Hilton Luz de Castro;
2.º Vice – Luís Arthur Lamouche Barbosa;
3.º Vice – Nelson Maurício de Oliveira;
1.º Secretário – Nestor Pacheco Júnior;
2.º Secretário – José Colleone;
1.º Tesoureiro – Antonio Carlos dos Passos;
2.º Tesoureiro – Zoilo de Souza Assis;
Diretor Social – Sadalla Melhen;
Diretor Animador – Durval Annibal Daniel;
Vogais – Celso Vidal Lara, William Arouca, Homero Faria Borges, Vail Gomes Teixeira.
Hugo Vespucci fo primeiro presidente do Lions Clube Santo André Centro
São também sócios fundadores CCLL: Alceu de Angelis, Carlos Galante, Mário Arantes de Moraes e Werner Fritz Semmelroth.
É do CL Nicolino Pucetti a frase dita em uma das primeiras reuniões do Lions Clube Santo André – Centro e que se tornou um lema do movimento: “É uma honra ser Leão”.

Sem título-1

Em 1957, o Lions Clube Santo André pertencia ao Distrito L-4 que congregava os Clubes pertencentes à cidade de São Paulo. Reuniam-se no Restaurante Balderi até 20 de março de 1963. No mês seguinte, no Restaurante Suíço, no Largo 3 de Maio, na Vila Pires. Voltou ao Balderi e, em seguida, foi para a Sociedade Ítalo Brasileira, na mesma Rua Senador Fláquer, onde permaneceu até 10 de junho de 1970. Utilizou, também o Tênis Clube e a FAISA para realizar suas reuniões.
Hoje, as reuniões são feitas na sede da CLASA – Casa Lions de Adolescentes de Santo André, à Avenida Dom Jorge Marcos de Oliveira, 50, Vila Guiomar, onde também localiza-se a sede própria do Clube.
A primeira obra do Lions Clube Santo André – Centro, com recursos do sorteio de uma geladeira doada pela General Electric, foi a construção de um parque infantil, na Vila Príncipe de Gales, inaugurado em 22/11/1969 e doado à Prefeitura. O contemplado no sorteio foi o Sr. Ildefonso Queirantes, na época, funcionário da Pirelli.
Em maio de 1958, participava de sua primeira Convenção (5ª Convenção Nacional – Curitiba), representado pelos CCLL Armando Pedro Lambert, Celso Vidal Lara, Nelson Maurício de Oliveira e William Arouca. O Clube sempre participou das Convenções Nacionais, Distritais e algumas Internacionais. Sediou a Convenção Distrital de 1978 e 1979.
Já recebeu a visita de quatro Presidentes Internacionais: CCLL Walter Campbell, Jorge Bird, Joseph Wroblewski e Robert T. Uplinger. Nesses 52 anos realizou incontáveis ações em benefício da população. Promoveu também inúmeros jantares dançantes e outras festas – sempre beneficentes, no intuito de arrecadar fundos para as entidades que apoiou e apóia.
O Lions Clube Santo André Centro participou de todas as Feiras da Bondade, em benefício da APAE de Santo André, tendo o CL Clóvis Sidney Thon, também ex-prefeito de Santo André, presidido duas das Feiras da Fraternidade, em favor da FEASA – Federação das Entidades Assistenciais de Santo André.
O Clube teve as seguintes atividades nessas Feiras:
• Venda de bijuterias, rifa, venda de plantas (Feira do Verde);
• Venda de lingeries, artigos de inverno;
• Bazar;
• Venda de pôsteres;
• Restaurante italiano.

Até 1966, o Clube era o único da cidade, por isso era designado de LIONS CLUBE SANTO ANDRÉ. Nesse ano, acrescentou o designativo CENTRO, pois a 15 de março de 1966 era criado o Lions Clube Santo André – Jardim. Em 23 de outubro de 1968, nascia o Lions Clube Santo André Parque, apadrinhado pelo Lions Clube Santo André Centro hoje já extinto. No ano seguinte, em 15 de abril, surgia, apadrinhado pelo Lions Clube Santo André Centro, o Lions Clube Santo André Campestre.
As principais realizações do Lions Clube Santo André Centro foram a:
• Construção da FAISA – Fundação de Assistência à Infância de Santo André;
• A criação do Corpo de Patrulheiras Mirins, hoje CLASA – Casa Lions de Adolescentes de Santo André;
• A construção de sua sede própria, em conjunto com o L.C. Santo André Jardim;
• A criação das Bandeirantes e do Corpo de Patrulheiros Mirins, este juntamente com o Rotary;
• A participação na APAE – Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais e na FEASA – Fundação das Entidades Assistenciais de Santo André.
banner-projetos-clasa-colorbanner-projetos-cartaz-colorxbanner-projetos-leo-colorAs principais atividades em andamento são a CLASA – Casa Lions de Adolescentes de Santo André, que oferece serviços de sociaoaprendizagem sustentável e serviço de convivência e fortalecimento de vínculos; o Leo Clube: Lions Clube para jovens de 18 a 30 anos e o Concurso de Cartaz e Redação da Paz, que atinge adolescentes de 11 a 13 anos de escolas públicas e privadas.

Lions Clubes – Prontos para ajudar no mundo inteiro

Sempre que um Lions Clube se reúne, os problemas ficam menores. E as comunidades ficam melhores. Isso acontece porque oferecemos ajuda onde é necessário, em nossas comunidades e em todo o mundo, com integridade e energia inigualáveis.
A maior organização de clubes de serviço do mundo.
Nossos 46 mil clubes e 1,35 milhão de sócios fazem de nós a maior organização de clubes de serviços do mundo. Somos também um dos mais eficazes. Nossos sócios fazem tudo que é necessário para ajudar suas comunidades locais. Onde quer que trabalhemos, fazemos amizades. Com crianças que precisam de óculos, idosos que não têm o suficiente para comer e até pessoas que talvez nunca conheceremos.
DECLARAÇÃO DE MISSÃO DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES:
“Dar poder aos voluntários para que possam servir suas comunidades e atender suas necessidades humanas, fomentar a paz e promover a compreensão mundial através dos Lions Clubes”.